O Museu do Combatente

by - outubro 05, 2016

Olá Pessoal!


O Verão já passou mas nós vamos continuar a contar-vos os nossos passeios. O post de hoje é sobre um dos museus que visitámos durante um dos nossos passeios em Lisboa.

Monumento Nacional aos Combatentes do Ultramar

(Fotografia por jessandrose)

Do lado de fora, existe uma parede onde estão inscritos os nomes de todos os militares que perderam a vida em combate, nomeadamente na Guerra do Ultramar (1961-1974) e um pórtico em forma de pirâmide. Esta escultura, construída em pedra, metal e com um zona espelhada, está inserida num lago, que simboliza a distância a que os combatentes se encontravam do seu lar, e tem, no centro, uma chama, a "Chama da Pátria".

(Fotografia por jessandrose)


Museu do Combatente

(Fotografia retirada de http://www.visitbelem.pt/)

O Museu do Combatente, foi fundado em 1936 e está localizado no Forte do Bom Sucesso, em Belém. O seu objetivo é o de prestar homenagem aos militares portugueses e o de divulgar a história das Forças Armadas Portuguesas. Começou por reunir um espólio relacionado com a participação portuguesa na I Guerra Mundial, tendo, depois, sido adicionadas peças relativas a outros conflitos, nomeadamente a II Guerra Mundial e a Guerra do Ultramar.

(Fotografia por jessandrose)

Possui diversas exposições permanentes, nomeadamente:
  • O Combatente do séc. XX (da Grande Guerra à Guerra do Ultramar);
  • História da Aviação no séc. XX - 500 modelos de aviões em escala (desde os Irmãos Wright aos actuais drones, incluindo todas as grandes batalhas aéreas da II Grande Guerra e todos os aviões dos diversos países intervenientes);
  • A Trincheira - exposição em 3 Dimensões com manequins em tamanho natural . Entramos numa trincheira da Grande Guerra onde está representada a vida do soldado português na Flandres - com luz e som);
  • Forças Armadas e de Segurança;
  • Armaria - 200 anos de Armas Regulamentares em Portugal;
  • A Grande Guerra ao Vivo Evocando a Paz - com fotografia, escultura, pintura e equipamentos do acervo da Liga dos Combatentes e do período 1914-1918;
  • Exposição sobre a participação portuguesa no Afeganistão;- Bem como de armamento militar diverso no interior e exterior do Museu do Combatente e exposições temporárias.

(Fotografia por jessandrose)


Forte do Bom Sucesso

(Fotografia retirada de http://www.visitbelem.pt/)

Na segunda metade do século XVIII foi necessário reforçar o sistema defensivo da zona ribeirinha de Belém. Tendo a Torre de Belém perdido o seu valor estratégivo devido aos avanços tecnológicos verificados na artilharia naval, tornou-se indispensável a construção de uma nova estrutura defensiva. Neste sentido, iniciou-se, em 1780, a construção de um forte, projectado pelo engenheiro e general francês Guillaume-Louis-Antoine de Vallerée, e que estava ligado à Torre de Belém por um passadiço.

Em 1870, foram iniciados os trabalhos de ampliação do forte, que tiveram como base o projecto do capitão de engenharia Domingos Pinheiro Borges e foram supervisionadas pelo brigadeiro graduado Filipe Folque. As obras foram concluídas em 1874 sendo acrescentados, em 1876, plataformas e paióis.

O forte sofreu diversos restauros devido à acção destrutiva das marés, tendo perdido a sua importância militar a partir da primeira metade do séc. XX.


Fontes: http://www.mosteirojeronimos.pt/pt/index.php?s=white&pid=205, http://www.ligacombatentes.org.pt/museus/museu_do_combatente, http://www.agendalx.pt/local/museu-do-combatente e http://www.cm-lisboa.pt/equipamentos/equipamento/info/lago-do-monumento-aos-combatentes-do-ultramar.


Obrigada por nos visitarem! Até à próxima "aventura" =)
Beijinhos.
_____________________
Todo o caminho é uma aventura e uma forma de coleccionar momentos ;)

You May Also Like

5 comentários

  1. Olá!
    Vim te convidar para conhecer meu blog e divulgar o seu,
    Passa lá estarei esperando.
    http://gabbizinhasc.blogspot.com.br/
    Beijos Obrigada!

    ResponderEliminar
  2. Respostas
    1. É muito giro e aprende-se umas quantas coisas :)

      Beijinho*

      Eliminar
  3. Respostas
    1. Por acaso é sim :)
      Fica-se com uma noção diferente das coisas :)

      Beijinhos**

      Eliminar